Carregando - Goiânia Mil Grau

Tá entrano...

O Projeto GMG

Quem são esses cara?

Breve história da Goiânia Mil Grau e suas pretensões.

A Goiania Mil Grau (G0i4n1a M1L GR4U) surgiu da necessidade de representatividade e de alimentar ainda mais o ‘orgulho de ser goiano’ nas redes sociais. Extraída a essência “M1L GR4U” da falecida M0nt4g3ns M1L GR4U – página de humor ácido que teve seu auge em meados de 2012 –, a Goiânia Mil Grau surgiu em fevereiro de 2013 manteve a sua fonte de textos primata, a ortografia propositalmente errada, além de presar sempre pela zuera. O objetivo é trazer para os goianos o que não é abordado em outros meios, de forma descontraída, ousada e bem-humorada.

 

No início, de forma despretensiosa e levada como uma brincadeira entre amigos, a página contava com quatro administradores e abordava temas como cotidiano, gírias, costumes, transporte público, personagens políticos, urbanismo e cultura goiana e, principalmente, goianiense. No início de 2014, em esmagadora ascensão (aproximadamente 70 mil curtidas), a página foi derrubada pelo Tio Mark, possivelmente por denúncias.

Insistentes, os administradores recriaram a página no mesmo dia, recomeçando do zero. Foram dias difíceis, mas pouco a pouco, seus seguidores foram recuperados. A página ganhou muito mais visibilidade com a criação de vídeos parodiando músicas e séries. A mais famosa delas são, respectivamente, Nu Goiás (paródia da música de Kid Cudi, Day ‘N’ Nite) e Trem Estranho (paródia da série Stranger Things, da Netflix).

 

A página e seus administradores ganharam notoriedade e já foram convidados para diversos programas de TV e rádio, além de ceder entrevistas para jornais locais como DM, O Popular, DG, Revista Ludovica, dentre tantas outras.

Com o evidente sucesso, a página chama muita atenção de empresas e eventos, o que gerou boas parcerias, tanto para a página, quanto para as empresas. No terceiro episódio de Trem Estranho, por exemplo, a página ganhou o apoio da franquia goiana de sanduicheiras Tio Bákinas, que teve um retorno muito positivo. Os grandes sucessos de parcerias, indiscutivelmente, são os eventos que ocorrem na cidade. A parceria com o Festival Bananada já dura mais de dois anos. Na última edição, inclusive, ganhou uma paródia própria para o evento. No Goiania Noise Festival, foi a primeira oportunidade que os administradores teve de vender seus próprios produtos: camisetas estampadas com suas frases e paródias de sucesso. Na edição do Vaca Amarela de 2017, a página entrou como apoiadora de divulgação. Também fecharam parcerias com eventos como InterUFG, Festeja, e outros eventos culturais da cidade.

 

Para esse novo projeto com o site em que você, caro roedor de pequi, está lendo, a equipe mil grau planeja criar conteúdo com textos, mantendo o humor e a pegada das publicações na página. Também se planeja a elaboração e produção de podcasts feitos periodicamente, além da venda de produtos exclusivos da mil grau.